terça-feira, 16 de novembro de 2010

Psicomotricidade de 0 a 3 anos


Idade: 0 a 2 meses
Objetivos:

1. Desenvolver o equilíbrio da cabeça.
2. Em decúbito prono (de bruços) girar a cabeça para os lados.
3. Em supino, (deitado) erguer a cabeça momentaneamente do plano horizontal.
4. Desenvolver a fixação ocular.
5. Perseguir visualmente um objeto.

Atividades relativas aos:
Objetivo 1: Ofereça estímulos para que a criança movimente a cabeça nas posições prono e supino - seguindo um objeto em diferentes direções: da esquerda para a direita; de cima para baixo; de baixo para cima.

Objetivos 1 e 3: Criança em supino, segurar suas mãos, dando apoio a cabeça, tracioná-la para sentar. Voltar à posição deitada, mantendo apoio na cabeça.

Objetivos 1 e 2: A criança deve ser colocada em posição prono. Usando estímulos sonoros, estimular a criança a girar a cabeça para os lados e erguê-la do plano horizontal, força nos braços.

- Colocar a criança no colo de bruços e estimulá-la a erguer a cabeça.
- A mãe deve ficar e colocar a criança deitada de bruços sobre ela, de maneira que possa, deitada, sentir a vibração da voz da mãe.

Objetivos 4 e 5: Colocar a criança em supino para estimular a fixação do olhar no rosto humano (usar mímicas faciais). Partindo da fixação ocular (linha média de visão), estimular a criança a seguir com os olhos o movimento lento do rosto humano, partindo do meio para a direita, retornando ao meio e seguindo para esquerda. Seguir objetos-estímulos.

Recursos

- Chocalho brilhante;
- rosto humano;
- voz humana.



Idade: 2 a 4 meses
Objetivos:

1. Adquirir controle completo dos movimentos da cabeça.
2. Erguer a cabeça em decúbito prono, do plano horizontal e mantê-la.
3. Apoiar sobre os cotovelos, quando em decúbito prono.
4. Segurar voluntariamente objetos. Preensão cúbito-palmar.
5. Perseguir visualmente um objeto em todos os planos 180 graus.

Atividades relativas aos:

Objetivo 1: Colocar a criança em supino, segurá-la pelas mãos, e estimulá-la a sentar, fazendo uma tração nos membros superiores. Inicialmente proteger a cabeça. Estimular com o som da voz humana, chamando-a pelo nome.

Objetivo 2 e 3: Colocar a criança em posição prono e estimulá-la a erguer cada vez mais a cabeça do plano horizontal.

Objetivo 4: Colocar na mão do bebê objetos pequenos, chocalhos, bichos de borracha e deixar levá-los à boca.

Objetivo 5: Estimular o bebê a seguir lentamente um objeto num arco de 180 graus.

Seguir o rosto humano.

Recursos

- Chocalhos;
- bichos de borracha;
- rosto humano;
- brinquedos coloridos e atraentes.

Idade: 4 a 6 meses
Objetivos:

1. Sentar com apoio.
2. Desenvolver a preensão voluntária de objetos - Preensão palmar.
3. Coodenar os movimentos mão-objeto/objeto-boca.
4. Sentar sem apoio momentaneamente.
5. Rolar sobre si mesmo.
6. Desenvolver músculos das extremidades e distribuir o peso do corpo nos pés.

Atividades relativas aos:

Objetivo 1: Colocar a criança em supino. Estimulá-la a sentar chamando-a pelo nome, dando apoio às duas mãos. Tracioná-la levemente (criança deve ajudar, trazendo a cabeça);

- Levantar a criança no colo, sem dar apoio para a cabeça;
- Colocar a criança sentada, com apoio, no sofá;

Objetivos 2 e 3: Estimular a criança a pegar brinquedos de diferentes tamanhos e texturas. Aproximar as palmas das mãos na linha média de visão do bebê. Não impedir que leve objetos à boca. Estimular o sacudir de chocalhos.

Objetivo 4 e 5: Rolar a criança de um lado para o outro, de bruços e de costas. Usar um cobertor e rolar a criança, erguendo uma das pontas suavemente (plano inclinado).

Objetivo 6: Aproximar os pulsos, palmas e dedos da mão e calcanhares do pé.
Mão com mão
Mão direita com pé direito
Mão esquerda com pé esquerdo
Mão direita com pé esquerdo
Mão esquerda com pé direito.
- Segurá-la nas axilas e estimulá-la a molejo, jogando o peso do corpo nos pés.

Recursos

- Sofá/poltrona;
- bebê conforto;
- bichos de borracha com assovios;
- mordedor de borracha;
- chocalhos interessantes;
- argolas coloridas.



Idade de 6 a 8 meses:
Objetivos:

1. Sentar sozinho mantendo o tronco ereto.
2. Manter o peso do seu corpo nos pés. Moleje-o ativamente.
3. Arrastar.
4. Transferir objetos de mão. Bater um contra o outro.
5. Engatinhar.
6. Desenvolver o movimento de pinça inferior.
7. Segurar um objeto em cada mão.
8. Bater com o objeto. Sacudir o chocalho.

Atividades relativas aos:

Objetivos 1 e 2:

- Fazer a criança passar da posição de deitada para sentada, mantendo as pernas esticadas e dando apoio ora na mão direita, ora na mão esquerda (a mão livre faz apoio no chão para ajudá-la a erguer-se)
- Segurá-la pelas axilas e estimular apoio nos pés.
- Estimular o molejo, flexionar e estender os joelhos.

Objetivo 3:

- Colocar o bebê de bruços e usando brinquedos atraentes, colocados a distância, estimulá-lo a pegá-los
- Deitar no chão e colocar-se na frente da criança e chamá-la pelo nome, mostrando brinquedos atraentes. A criança também pode ser colocada num pequeno plano inclinado, cabeça mais baixa que os pés. Estimular o arrastado. Pode-se também dar um ligeiro apoio nos membros inferiores, favorecendo o movimento de flexão dos joelhos.

Objetivos 4, 6, 7 e 8: Pequenos objetos serão usados para a transferência de mão. Estimular o bater um objeto contra o outro, dando ao bebê objetos iguais nas duas mãos. Usar objetos que produzem ações interessantes quando manuseados pelo bebê. Oferecer ao bebê, um terceiro objeto, quando estiver com as duas mãos ocupadas. Dar ao bebê oportunidade de brincar livremente com objetos pequenos.

Objetivo 5: Tão logo o bebê se arraste, tentar colocá-lo na posição de quatro (engatinhar) e balançá-lo para frente e para trás.

Recursos

- Brinquedos atraentes;
- pequeno plano inclinado;
- chocalhos;
- cubos de papelão;
- brinquedos de borracha com assovio;
- caixas de fósforo;
- argolas.



Idade: 8 a 10 meses
Objetivos:

1 - Engatinhar em padrão cruzado.
2 - Sentar com equilíbrio perfeito de tronco e liberação de membros superiores.
3 - Segurar objetos numa só mão.
4 - Erguer-se com apoio na posição de pé.
5 - Trocar de posições: sentado para engatinhar e de engatinhar para sentado.
6 - Dar alguns passos com apoio bilateral.

Atividades relativas aos:

Objetivo 1: Com apoio em 4 pontos(engatinhando), balançar a criança para frente, lentamente, usando brinquedos interessantes; estimular o engatinhar. Engatinhar na frente da criança, chamando-a pelo nome para perto de si.

Colocar uma toalha de banho, passando pelo abdomem da criança na posição de engatinhar, segurar a toalha nas pontas e estimular o engatinhado. Gradativamente deixar a criança manter o peso do corpo nas mãos e nos joelhos e não na toalha.

Objetivo 2: Colocar a criança sentada; segurá-la no quadril (por trás) e balançá-la para frente, para direita, para esquerda, deixando os membros superiores livres, estimulando assim as reações de equilíbrio de tronco.

Objetivo 3: Dar a criança objetos pequenos que possam ser levados à boca sem perigo. Estimular a criança a segurar dois objetos numa só mão, oferecer-lhe um terceiro objeto.

Objetivo 4 e 6: Colocar a criança de pé, mantendo os joelhos em extensão (apoiados), abaixar e levantar o tronco, com apoio ora na mão direita, ora na mão esquerda.

- Usar caixas de papelão ou madeira, cheias de brinquedos, estimular a
criança a erguer-se, com apoio na caixa, para alcançar os brinquedos.
- Dar apoio nas duas mãos da criança, estimulá-la para alcançar os brinquedos.
- Dar apoio nas duas mãos da criança, estimulando-a a dar pequenos passos.

Objetivo 5: Estimular a criança a trocar de posição no espaço: estando sentada chamá-la para perto de você. Usar brinquedos atraentes, quando se aproximar engatinhando, estimulando-a a sentar-se para brincar



Idade: 10 a 12 meses
Objetivos:

1 - Erguer-se com apoio nos móveis.
2 - Dar passos com apoio nas duas mãos.
3 - Manter-se de pé com apoio numa só mão.
4 - Girar e inclinar a cabeça na posição sentada.
5 - Realizar a pinça superior.
6 - Dar passos com apoio numa só mão.
7 - Ficar de pé sozinho.
8 - Usar o indicador.
9 - Fazer garatujas. Folhear livros. Rasgar folhas, amassar.

Atividades relativas aos:

Objetivos 1, 2, 3, 6 e 7: Em ambiente adequado, e/ou usando seu próprio corpo de adulto, estimular a criança a erguer-se com apoio (usando móveis ou o corpo do adulto).

- Ajoelhar-se na frente da criança , dar apoio, nas duas mãos e estimulá-la a caminhar em sua direção. Alternadamente dar apoio, ora na mão direita, ora na mão esquerda.
- Encostar a criança num canto formado por duas paredes; estimulá-la a
deslocar-se apoiando na parede.
Objetivo 4: Estando a criança sentada, colocar seus brinquedos afastados ligeiramente, para que ela gire e incline o tronco para alcançá-los.
Objetivo 5: Oferecer a criança objetos pequenos; estimulá-la a pegá-los usando o polegar e o indicador.

Objetivo 8 e 9: Estimular a criança a pegar pequenas migalhas usando o indicador. Mostrar figuras conhecidas num livro infantil, apontando com o indicador, estimulando-a a imitar você. Pedir-lhe para mostrar-lhe: o Au-Au, o Miau, etc.

- Fixar uma folha de papel no chão e estimulá-la a fazer garatujas com lápis estacas.
- Deixar a criança folhear livros e revistas.
- Deixar a criança a rasgar folhas de revistas; estimulá-la a amassar com as mãos as folhas rasgadas.



Idade de 12 a 15 meses
Objetivos:

1 - Desenvolver habilidades para marcha, subir e descer escadas engatinhando.
2 - Desenvolver habilidades de preensão fina.
3 - Desenvolver equilíbrio estático/dinâmico.
4 - Desenvolver coordenação viso-motora.

Atividades relativas aos:

Objetivo 1 e 3: Estimular a criança a manter-se de pé inicialmente com apoio e gradativamente retirar o apoio. Deixar a criança andar empurrando cadeiras.

- Estimulá-la a subir e descer dos móveis.
- Deixar a criança sentar em cadeiras pequenas.
- Fazê-la andar segurando um bastão, você segurando na outra ponta.
- Encostar a criança na parede; ajoelhar-se à sua frente, chamá-la, convidá-la a chegar até você andando. Aumentar gradativamente a distância entre vocês.
- Levá-la ao parque ou quintal e deixá-la andar descalça na terra e na grama.
- Oferecer-lhe oportunidade de subir escadas engatinhando.
- Continuar usando caixotes de madeira onde guarda seus brinquedos, para favorecer a manobras de abaixar-se e erguer-se.

Objetivo 2: Brincando junto com a criança, usar objetos pequenos como: cubos de madeira, macarrão cru (diversas formas), etc.
- Oferecer-lhe livros e revistas para folhear.

Objetivo 4: Utilizar jogos de lançar e receber bola.
- Utilizar jogos de encaixe.
- Dar atividades de golpear com uma finalidade.

Recursos

- Cadeira grande;
- Cadeira pequena;
- Caixotes de madeira com brinquedos dentro;
- Escada de madeira;
- Macarrão cru;
- Livros de folhas grossas e gravuras infantis;
- Bolas;
- Encaixes;
- Bate estacas.



Idade: 15 a 18 meses
Objetivos:

1 - Desenvolver as habilidades de marcha e de subir escadas.
2 - Desenvolver condutas motoras básicas.
3 - Desenvolver coordenação viso-motora, habilidades manuais. Preensão do lápis com toda a mão.
4 - Desenvolver independência.

Atividades relativas aos:

Objetivo 1, 2 e 3: Continuar a estimular a marcha, o subir e o descer escadas, usando apoio numa só mão.

- Estimulá-la a transportar pequenos objetos. Usar carrinhos para serem
puxados por corda, estimulá-la a empurrar carrinhos.
- Brincar de pegar, estimulá-la a correr. Continuar levando-a para andar
descalça na terra e na grama.
- Colocar a criança numa pequena altura, dar-lhe apoio nas duas mãos e
estimulá-la a pular com os pés simultaneamente. Fazer a criança caminhar entre obstáculos, sem tocá-los. Deixar a criança andar por todos os lados, abrindo, fechando portas e gavetas, retirando e guardando seus brinquedos.
- Estimulá-la a chutar bola.

Objetivo 3: Continuar os jogos de lançar e receber bola; jogar a bola numa caixa. Oferecer jogos de encaixe, construção simples com blocos de madeira. Dar para a criança lápis estaca para praticar as garatujas espontâneas, estimular a imitação de traços verticais e horizontais. Fixar o papel.

Recursos:

- Blocos de madeira;
- Carrinhos para puxar e empurrar;
- Caixas de papelão, tacos de madeira (usados como obstáculos);
- Bolas;
- jogos de encaixe;
- papel;
- Lápis estaca.



Idade 18 a 21 meses
Objetivos:

1 - Desenvolver habilidades para correr: equilíbrio e coordenação motora.
2 - Desenvolver habilidades manuais, persistir na preensão do lápis com toda a mão.
3 - Desenvolver coordenação viso-motora.
4 - Adquirir independência.

Atividades relativas aos:

Objetivo 1:

- Continuar as atividades que estimulam os movimentos amplos. Brincar de esconder, de pegar, apostar corrida.
- Andar entre obstáculos sem esbarrar.
- Subir e descer escadas.
- Estimular a brincar na posição de cócoras.
- Continuar os exercícios de saltos com os dois pés juntos, apoio nas duas mãos (do alto para o chão).

Objetivo 2 e 3: Colocar a criança sentada em cadeira e mesa apropriadas ao seu tamanho e com os pés apoiados no chão. Fixar o papel, na mesa e estimular o manejo do lápis estaca: garatujas espontâneas, imitação de traços verticais e horizontais. Utilizar construção com blocos de madeira e cubos. Dar jogos de encaixe e de bate estaca.

Objetivo 4:

- Favorecer a marcha, a corrida em ambientes amplos e seguros. Em caso de quedas pequenas, deixar a criança erguer-se sozinha.
- Estimular sua independência na habilidade de locomoção.

Recursos:

- obstáculos;
- escada;
- bola;
- cadeira e mesa apropriadas;
- lápis estaca;
- blocos de madeira;
- jogos de encaixe.



Idade: 21 a 24 meses
Objetivos:

1. Reforçar as condutas motoras básicas adquiridas.
2. Introduzir o hábito de altura.
3. Desenvolver a coordenação viso-motora e imitação de traços circulares.

Atividades relativas aos:

Objetivo 1 e 2:

- Continuar a estimular as habilidades adquiridas como: andar, correr, subir e descer escadas. De mãos dadas fazer a criança andar em cima do banco e saltar para o chão (apoio nas duas mãos).
- Realizar grupos de corridas entre as crianças (premiar todos).
- Fazer brincadeiras de roda como o: “Atirei o pau no gato”, estimulando a criança à posição de cócoras.
- Chutar a bola como nos jogos de futebol.
- Correr entre obstáculos.

Objetivo 3:
- Estimular o rebater, utilizando balões, impulsionar o balão para o alto e estimular a criança a não deixá-lo cair.
-Continuar as atividades com lápis estaca.
- Estimular a imitação de traços circulares.

Recursos:

- Banco de madeira mais largo;
- bolas de vários tamanhos;
- papel;
- lápis estaca.



Idade: 24 a 36 meses
Objetivos:

1. Adquirir conhecimento das partes do seu corpo.
2. Adquirir habilidades de compreensão de ordens e imitação.
3. Desenvolver habilidades de imitação dos movimentos faciais.
4. Desenvolver a coordenação motora fina.

Atividades relativas aos:

Objetivo 1: Ampliar seu conhecimento quanto às partes do corpo humano, pedindo para nomeá-las através de perguntas ou utilizando uma boneca.

Objetivo 2: Através de brincadeiras, andar segundo ordens: para frente, para trás, para o lado. Realizar jogo imitativos como: andar feito sapo, pássaro, macaco, etc.

Objetivo 3: Através de brincadeiras, fazer exercícios de movimentos faciais como fechar os olhos, abrir e fechar a boca, fazer caretas etc.

Objetivo 4:
- Dar jogos de construção - materiais grandes. Só dar materiais pequenos após a criança ter aprendido a manipular os materiais grandes.
- Empilhar, encaixar, enfiar contas em um fio, enroscar, desenroscar, enrolar, amassar, torcer e pinçar.
- Rasgar papéis, picar, amassar papéis: essas atividades são as primeiras a serem dadas com o fim de preparar as crianças para recortes com tesouras.
- Rasgar papéis: devem ser utilizados diferentes papéis, de preferência jornal e revistas (começar com jornal).
- Amassar papéis - aproveitar os papéis rasgados e fazer bolas,
aproveitando-as depois em jogos.
- Picar papéis: só quando as crianças conseguirem rasgar com facilidade é que se passa para a picotagem. Usar diferentes tipos de papéis (jornais, revistas, papel de seda, papel sulfite etc.). Nesta idade as crianças picam num dia e colam no outro.
- Colagens: numa primeira fase a finalidade é saber usar a cola. Deve-se usar materiais que não tenham avesso ou direito, por exemplo: jornais, revistas, palitos grandes, papéis brancos, etc. Só depois que aprenderem a colar é que se deve usar papéis ou materiais de duas faces. A criança deve passar cola no material que vai ser colocado e não na folha de papel.Deve aprender gradativamente a quantidade de cola.
- Recortes: Quando as crianças estiverem picotando papéis com relativa
facilidade, deve-se introduzir o uso da tesoura. Nesta primeira etapa,
deve-se usar o jornal e a professora deve ensinar o modo correto de segurar a tesoura. Quando a criança estiver manipulando razoavelmente a tesoura, deve-se dar revistas. Ao perceber que as crianças estão conseguindo recortar cenas, deve-se dar uma gravura com três lados já recortados (pela professora) e fazer, no quarto lado, uma linha bem grossa, com pincel atômico, para a criança recortá-la.
- Dobraduras: A criança deverá dobrar papéis na horizontal e na vertical, sem auxílio da professora. Dar primeiro só a dobradura na horizontal. Quando a criança adquirir certa facilidade, deve passar a dobrar na vertical. Depois devem ser dadas as dobraduras na horizontal e na vertical, concomitantemente.
- Encaixes: Começar com objetos concretos em madeira que devem ser
encaixados dentro dos lugares correspondentes, numa prancha também de madeira. Nesta fase, este encaixe deve ser feito apenas com figuras inteiras e de preferência usando-se formas geométricas simples: círculo, quadrado, triângulo.



Idade: 3 anos
Objetivos:

1. Desenvolver a coordenação dos grandes movimentos
2. Desenvolver a coordenação motora fina

Atividades relativas aos:

Objetivo 1:

- Engatinhar, andar, correr, pular, chutar, jogar com as mãos, pegar, subir e descer escadas.
- Atividades Livres: brincadeiras no pátio, tais como: escorregador, balanço, gira-gira, bola, corda.
- Atividades dirigidas e jogos:
correr perseguindo um colega;
correr dado um sinal, pegar um companheiro;
saltar com os pés juntos, dando as mãos a um companheiro;
saltar o mais alto possível;
dar cambalhotas em colchonetes;
jogos variados.

Objetivo 2:
- Oferecer jogos de construção: fornecer jogos que exijam uma manipulação mais aprimorada, que envolvam mais os dedos do que as mãos. Ex.: pinos mágicos.
- Atividades: empilhar, encaixar, enroscar, desenroscar, enrolar, amassar, torcer e pinçar.
- Picotagem: picar diferentes papéis e colar num desenho.
- Digital: fazer bolinhas com os dedos, com papel picado. Nesta fase, o papel deve ser picado num dia e as bolinhas devem ser feitas no outro. O melhor papel para este exercício é o papel de seda.
- Colagens Livres: com materiais diversificados tais como caixas de fósforos, botões, retalhos de pano e couro, palitos, macarrões, formas geométricas recortadas pela professora. Incentivar a criança a dosar a quantidade de cola usada. Quando conseguir fazer isto, pode dar o tubinho de cola.
- Colagens dirigidas: com canudinhos, feijões, milho, palito de fósforo,
barbantes.
- Recortes: começar com recortes livres para verificar se a criança domina o uso da tesoura. Quando estiver usando a tesoura com facilidade, introduzir recortes dirigidos, seguindo a mesma ordem proposta para as colagens dirigidas.
- Dobraduras: Nesta idade a criança é capaz de fazer dobraduras na
horizontal, vertical e oblíqua, não muito complexas.
- Encaixes: dar encaixes de objetos concretos em madeira.




Obs.:
A divisão por faixa etária é dada com o objetivo de ajudar o professor a planejar suas atividades de acordo com a idade de seu aluno. Entretanto, devemos sempre respeitar o ritmo da criança.
As atividades devem estar sempre integradas com as outras áreas do desenvolvimento.

Um comentário: